quinta-feira, 31 de julho de 2008

Exposição nos EUA desvenda Frida Kahlo como a grande "musa" dos fotógrafos no século XX

© Foto de Guillermo Kahlo. Fotografia feita em 1926 mostra Frida Kahlo aos 18 anos, retratada pelo seu pai.

Diferentes retratos fotográficos da pintora mexicana Frida Kahlo (1907-1954) feitas pelos principais fotógrafos da primeira parte do século XX, como Nickolas Muray, Bernard Silberstein, Manuel Alvarez Bravo, Tina Modotti e Edward Weston, estão numa exposição que pode ser vista em Nova York, até o dia 14 de setembro. “Frida Kahlo and the Mexican Renaissance” é o título que a galeria “ThRockmorton” escolheu para apresentar 34 fotografias, feitas principalmente em preto e branco. Junto com os trabalhos de Silberstein, Strand, Weston, Modotti, Alvarez Bravo, são apresentadas fotografias de Hugo Brehme, Lola Alvarez Bravo e Emmy Lou Packard, entre outros. Na mostra, uma fotografia feita em 1926 mostra Frida aos 18 anos, retratada pelo seu pai, o fotógrafo alemão Guillermo Kahlo.

http://www.throckmorton-nyc.com/

Exposição sobre a vida e a obra de José Saramago chega ao Brasil em dezembro

© Foto de Daniel Mordzinski. José Saramago. 21/01/2007

Fotos de infância vistas em forma de cubos luminosos, vídeoinstalações inspiradas nas narrativas do escritor e aparatos sonoros por meio dos quais ele lê suas obras. Esse é o formato da exposição "José Saramago - A Consistência dos Sonhos", que chegará a São Paulo entre dezembro deste ano e o início de 2009 -a data ainda não foi confirmada. A exposição foi exibida na Fundação César Manrique, em Lanzarote (Ilhas Canárias), onde o escritor reside desde 1992 e ficou em cartaz no Palácio da Ajuda, em Lisboa, até o último domingo. Brasileiros como Jorge Amado, Nélida Piñon e Caetano Veloso aparecem na exposição em retratos ao lado de Saramago. Também é ressaltada sua amizade com o fotógrafo Sebastião Salgado. A exposição é encerrada com uma minibiografia redigida pelo próprio Saramago. Fonte: Folha de São Paulo.

Museu em Paris exibe a obra do célebre fotógrafo americano Richard Avedon

Foto de Richard Avedon, Twiggy. ©The Richard Avedon Fondation

O Museu Jeu de Paume apresenta o trabalho do fotógrafo americano Richard Avedon falecido em 2004. Esta é a primeira grande exposição dedicada ao fotógrafo Richard Avedon organizada na França. A mostra apresenta 270 obras de sua carreira de 1946 a 2004, incluindo fotografias de moda, mas também retratos de inúmeras celebridades do mundo político, da literatura e arte. Por iniciativa do Marta Gili, diretora do Museu Jeu de Paume em Paris, esta seleção é enriquecida com quarenta impressões de grande formato a partir da série “In the American West” produzida por Avedon de 1979 a 1984. Museu do Jeu de Paume-Paris. Até 28 de setembro de 2008.

www.jeudepaume.org.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

Bob Wolfenson retratou a atriz Carol Castro nua no telhado para ensaio na revista "Playboy"

© Foto de Bob Wolfenson. A primeira foto Carol Castro divulgada pela Revista “Playboy”.

Esta é a primeira foto divulgada pela Revista “Playboy”, de Carol Castro, que chega às bancas em agosto. Nas fotos ela interpreta personagens de Jorge Amado, como Gabriela. Na foto acima Carol Castro revive a cena em que a personagem engatinha sobre o telhado para restagar uma pipa. Um dos cenários do ensaio de Carol foi a escadaria da Igreja do Passo, em Salvador, Bahia. Ela disse ter ficado bastante satisfeita com o resultado das fotos. Ela foi clicada por Bob Wolfenson. "Ele é um mago das lentes. A última "Playboy" que ele tinha feito foi há mais ou menos 5 anos." A revista de Carol Castro chega às bancas no dia 12 de agosto.

Livro mostra a trajetória de um dos maiores fotógrafos cubanos de todos os tempos

© Foto de Marcelo Barabani. Alberto Korda no último ensaio de moda realizado pelo cubano no Brasil em outubro de 2000.

Alberto Korda (1928-2002) foi um dos maiores fotógrafos cubanos de todos os tempos. Tendo começado a carreira na área da moda, atraído por uma de suas principais paixões, a beleza feminina, teve sua trajetória profissional e biográfica subitamente alterada ao final dos anos 50, com o advento da Revolução Cubana. Ao acompanhar Fidel Castro e Che Guevara até as altitudes da Sierra Maestra, ainda no período de guerrilhas, Korda tornou-se um olhar privilegiado, registrando por dentro do novo regime os momentos cruciais de sua afirmação. É dele a foto mais reproduzida de Ernesto Che Guevara. E foi ele, durante muitos anos, o fotógrafo pessoal e não o oficial, de Fidel Castro. Korda conta passo-a-passo neste livro, por meio de 82 de suas imagens (78 inéditas), a história de uma experiência política única no século 20.

Cuba por Korda-Editora Cosac Naify.
Alberto Korda (fotos); Alessandra Silvestri-Lévy e Christophe Loviny (texto).Tradução: Newton Villaça Cassiolato

terça-feira, 29 de julho de 2008

Fernanda Prado expõe fotos do último ano de vida do lendário Circo Garcia

© Foto de Fernanda Prado. Circo Garcia. 2001

A fotógrafa Fernanda Prado viajou em 2001 com o Circo Garcia e sem saber acabou fotografando o que viria a ser o último ano de vida daquele circo. No ano seguinte, o Garcia – que era o maior do Brasil - faliu por conta de uma dívida de R$ 1 milhão. As fotos nunca foram expostas publicamente antes e são exibidas no Café Suplicy, Al. Lorena, 1430, Jardins, São Paulo-SP. Até 01/09.

O fotógrafo suíço Matthias Willi retrata roqueiros famosos depois dos shows

© Foto de Matthias Willi. Els Pynoo,a cantora do explosivo grupo belga « Vive la fête », de kitsch pop.

O fotógrafo suíço Matthias Willi retratou roqueiros famosos depois dos shows para tentar mostrar um lado pouco conhecido dos artistas. Intitulada “The Moment After Show” (O momento após o show, em tradução literal), a série começou em 2005 e já conta com imagens de 50 músicos, entre eles Iggy Pop e integrantes de bandas como The Kooks, The Muse, Metallica e a Els Pynoo, a cantora do explosivo grupo belga « Vive la fête », de kitsch pop. Segundo Willi, ele já realizou várias exposições na Suíça com fotos da série e não descarta a possibilidade de levar suas fotografias para uma mostra no Brasil. Fonte: G1

http://www.aftertheshow.ch/

O repórter fotográfico Douglas Mansur vai receber o "Título de Cidadão Paulistano"

© Foto de Lucas Mansur. O repórter fotográfico Douglas Mansur.

O repórter fotográfico Douglas Mansur será homenageado pela Câmara Municipal de São Paulo com o "Título de Cidadão Paulistano". A sessão solene acontecerá no dia 1 de agosto, no Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo e tem por objetivo destacar a atuação de Douglas na documentação iconográfica e histórica dos movimentos sociais nos últimos 25 anos. A iniciativa é do vereador Beto Custódio. Douglas Mansur atua como free-lancer em publicações de perfil social e sindicatos. Paulista de Timburi, Douglas é Mestre pela Universidade de São Paulo, filósofo, teólogo e professor de fotojornalismo do curso de especialização do Núcleo José Reis - ECA/USP e da Oficina de Projeto da PUC-SP. Desde 1988 como repórter fotográfico. Mansur tem passagens pelo "Diário Popular", "O São Paulo" e "Brasil de Fato". Foi diretor da ARFOC-SP, de 2004 a 2008 e membro do Conselho Editorial do Jornal Unidade, do Sindicato dos Jornalistas de São Paulo. A história dos movimentos sociais, rurais e urbanos, pessoas, sindicatos e eventos religiosos estão no acervo de cerca de 40 mil imagens, catalogadas a partir de 1983. Para Mansur, os episódios sociais rurais e urbanos devem ser acompanhados, mesmo que não sejam publicados: "Quando saio não faço a diferenciação do que é mais ou menos importante. Tudo tem a mesma importância, a mesma influência na vida e na história das pessoas".

Fonte: www.arfoc-sp.org.br

www.douglasmansur.com.br


segunda-feira, 28 de julho de 2008

O fotógrafo brasileiro Luish Coelho expõe em Lisboa

© Foto de Luish Coelho. Fotografia Pinhole.

A Galeria Colorida, em Lisboa apresenta a exposição “Estreitorama- Panoramas Estreitos, do fotógrafo brasileiro Luish Coelho. Ele utiliza a fotografia como meio para construir e desenvolver uma sintaxe plástica por onde circulam diferentes atitudes de pensar criticamente a realidade. A intenção do artista é mostrar diferentes fragmentos de um mesmo universo. Cheias de cores e movimento, as imagens trazem histórias de busca de uma identidade coletiva na luta contra o individualismo que absorve memórias e raízes quotidianamente. Luish Moraes Coelho, natural do Rio de Janeiro/Brasil e radicado em Belo Horizonte, graduou-se em Desenho Industrial e cursou mestrado em Artes Visuais na Universidade de São Paulo. Professor de Fotografia na Escola de Belas Artes da UFMG, é também escritor, poeta e design de produtos. Desde 2004, realiza exposições de fotografia, instalações e vídeo com destaque para a individual Meta-Câmeras em 2007 na Galeria de Arte Copasa em Belo Horizonte, Brasil. Participou da colectiva Palavra-Silêncio sob a curadoria de Geraldo Souza Dias. Apresentou o vídeo-animação "Assim no Céu como na Terra", no Festival Anima Mundi”. Colorida Galeria de Arte . Rua Costa do Castelo 63, (Ent. Esc. Marques Ponte Lima), Lisboa – Portugal. Tel 351 211 512 142. De 01 a 30 de Agosto de 2008.

www.colorida.pt


Brasil e Venezuela apresentam exposição binacional de fotografia em Brasília

© Foto da venezuelana Adriana Fernandez.


Em comemoração aos 225 anos de nascimento do Libertador Simón Bolívar, a embaixada da República da Venezuela e o Fotoclube f/508 apresentam a exposição binacional de fotografia Latinidades: uma nação, dois países e sete artes. As sete artes, compostas por literatura, pintura, música, escultura, teatro, cinema e dança pretendem abranger a América Latina de forma unida nas suas manifestações culturais. São quatorze novos talentos da fotografia que participam da exposição, entre eles sete venezuelanos, seis brasileiros e um venezuelano que mora no Brasil. Entre os temas expostos por meio da fotografia estão como o barroco de Aleijadinho, a estética da fome de Glauber Rocha, a preocupação plástica e crítica de Candido Portinari, o mosaico racial de Machado de Assis, o samba de Noel Rosa, a dramaturgia de Nelson Rodríguez, os movimentos do Maculelê. Coordenados pelo fotógrafo Humberto Lemos (curador do lado brasileiro), Janaína Miranda, Flora Egécia, Gabriela Freitas, Rodrigo Dalcin, Rodrigo de Oliveira, Viviane Dománico e Nelson González Leal oferecem seu parecer a partir da capital do Brasil. Coordenados pelo fotógrafo Audio Cepeda (curador do lado venezuelano), Adriana Fernández, Ana María Otero, Marianela Díaz, Ramón Castillo, Ernesto Acosta, Fernando Bracho e Mireya Ferrer brindam sua visão a partir da capital do estado de Zulia. Embaixada da Venezuela. Avenida das Nações, quadra 803, lote 13, Brasília, das 9h às 12h, e de 15h às 17h.Até 7 de agosto de 2008.

fotoclubef508@gmail.com
www.fotoclubef508.com

sábado, 26 de julho de 2008

Abertas as inscrições para os workshops da 4°edição do Festival Internacional de Fotografia de Paraty

© Foto de Bruce Gilden, que participa do Paraty em Foco.

Já estão abertas as inscrições para os workshops da quarta edição do Festival Internacional de Fotografia Paraty em Foco (PEF 2008), evento que acontece de 10 a 14 de setembro, na cidade histórica de Paraty, no Rio de Janeiro. Direcionado tanto para fotógrafos profissionais como para iniciantes, os workshops serão focados nos diferentes tipos de produção fotográfica (portfólio, site, livro, trabalho autoral, exposição, etc) e serão orientados por nomes consagrados na arte fotográfica, como o carioca Cláudio Edinger, autor de doze livros; o paraense Luiz Braga, que já participou de exposições internacionais; a francesa autora da série The New Life, Lise Sartafi e o fotógrafo americano da Agência Magnun, Bruce Gilden.“Queremos promover um intercâmbio entre fotógrafos que conquistaram espaços importantes na história da fotografia brasileira e mundial e o público que se interessa por fotografia, seja como hobby ou profissionalmente, e que busca aprimorar o olhar sobre essa arte visual”, diz o curador geral do evento, Marcelo Greco. “O foco do Festival deste ano é trazer referências que ajudem o fotógrafo brasileiro, apresentando o que ele precisa saber e fazer para se destacar e se tornar um nome relevante no rol da fotografia. Como desenvolver um projeto autoral, por que produzir um portfólio ou um livro, como montar uma exposição, são algumas das informações que queremos transmitir aos participantes”, completa Marcelo Greco. Em um ambiente sem fronteiras para a criação fotográfica, juntos e envolvidos num mesmo objetivo, todos terão a oportunidade de discutir tendências, trocar experiências, revelar novos talentos e, principalmente, promover a fotografia, afirma o curador. As vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo telefone (11) 5051-1055 ou pelo e-mail contato@paratyemfoco.com.br.

sexta-feira, 25 de julho de 2008

George Zimbel é o autor da célebre foto de Marilyn Monroe com o vestido ao vento

George Zimbel e sua célebre fotografia de Marilyn Monroe

O fotógrafo George Zimbel (78 anos) é o autor da foto de Marilyn Monroe com o vestido levantado pelo vento de uma tubulação. Atualmente ele exibe suas obras em todo o mundo. George Zimbel expôs recentemente em Barcelona sobre a fotografia documental nos EUA e no Canadá. De origem norte-americana, ele mora em Montreal desde 1971.Ele fotografou muitas personalidades como Harry Truman, John e Jacqueline Kennedy e muitos outros. Ainda está muito ativo na profissão. Ele continua produzindo fotos em seu estúdio em Montreal. Ele trabalha somente em película usando uma Leica M4. Leia mais: http://georgezimbel.com/

O fotógrafo brasileiro José Bassit inaugura exposição na Costa Rica

© Foto de José Bassit.

A religiosidade popular que impregna o Brasil chegou à Costa Rica através da exposição de 37 fotografias "Imagens fiéis", do fotógrafo brasileiro José Bassit, que realizou um emocionado retrato da alma brasileira. Bassit trabalhou durante cinco anos em sete estados brasileiros, de acordo com a mostra, inaugurada esta semana pelo embaixador do Brasil na Costa Rica, Tadeu Valadares, no Museu del Niño de San José. Missas que reúnem centenas de milhares de pessoas, romarias, peregrinações, vendedores ambulantes, imagens de santos nos lugares mais inverossímiles - Bassit documenta os sentimentos da gente humilde com os rostos marcados pelo sol e a pobreza. O catolicismo do Brasil está fortemente influenciado por outras religiões, principalmente africanas, uma vez que é o segundo país negro do mundo, depois da Nigéria, com 95 milhões de afro-descendentes, recorda a curadora da mostra, Dirce Carrión. As fotos já foram expostas na Alemanha, na França, no Reino Unido e em Moçambique. Fonte: AFP.

quinta-feira, 24 de julho de 2008

Jornais brasileiros manipularam foto de vítimas dos atentados em Madri em 2004

A foto original publicada no jornal O Estado de São Paulo.

A pretexto de não chocar seus leitores, o Jornal do Brasil e o Diário de São Paulo eliminaram um pedaço de carne humana que estava do lado dos trilhos

Uma foto do fotojornalista Pablo Torres Guerrero, do jornal El País, publicada em 2004 na primeira página dos principais jornais do Brasil e do mundo, foi alterada digitalmente nas edições do Diário de S.Paulo e Jornal do Brasil. A imagem de Guerrero mostra vítimas do atentado em Madri sendo socorridas ao lado do trem explodido por terroristas. A pretexto de não chocar seus leitores, o JB e o Diário optaram por uma “suavização” do conteúdo da foto, eliminando um pedaço de carne humana que estava do lado dos trilhos. Confira acima as manipulações. O Estadão publicou a foto sem alterações.

Fonte: Jorge Barboza: www.brimagens.com.br

Christian Cravo abre exposição em São Paulo

© Foto de Christian Cravo. Haiti. Souvenance. 2002

A partir desta quinta, dia (24/07) a Caixa Cultural Paulista apresenta "Espiritoculto", exposição de fotografias feitas durante a última década pelo brasileiro Christian Cravo durante viagens por Benin, Gana e Togo, Haiti, Índia e Brasil. As 58 imagens da exposição buscam explorar temas como a cultura e a religiosidade do homem em diferentes locais. Christian Cravo já expôs no Museu de Arte Moderna da Bahia, em Salvador, cidade onde o fotógrafo foi criado, no Throckmorton Fine Art, em Nova York, na Billedhusets Galery, em Copenhague e no Museu de Arte Sacra, em Belém. "Espiritoculto" tem curadoria do próprio Christian Cravo. A mostra fica em cartaz até 31 de agosto e tem entrada franca. Caixa Cultural Paulista (av. Paulista, 2083. Tel.: 0/XX/11 3321-4400). Entrada gratuita.

quarta-feira, 23 de julho de 2008

Ator é confundido em fotografia publicada por jornal baiano

Reprodução do jornal “Diário do Sul”.

O ator Daniel Dantas foi confundido com o ex-dono do Opportunity pelo jornal baiano “Diário do Sul”, que, assim como uma publicação italiana estampou sua foto no lugar da imagem do banqueiro.

O fotógrafo Pedro Garrido faz ensaio sensual da modelo e atriz Letícia Birkheuer

© Foto de Pedro Garrido. A modelo e atriz Letícia Birkheuer.

A modelo e atriz Letícia Birkheuer está na capa da edição de agosto da revista "VIP". Ela participou de um ensaio sensual, onde exibiu suas curvas. A atriz foi retratada pelo fotógrafo Pedro Garrido. Questionada se posaria nua para uma revista masculina, Letícia descartou a possibilidade. "Não tenho a menor vontade. Não me sinto confortável nem mesmo em cenas de nudez. Sou tímida". A musa também revelou que vive um momento espiritualizado. "Estou fazendo ioga e alongamento, buscando a paz de espírito, novos hábitos".

terça-feira, 22 de julho de 2008

Documentário desvendou a obra de um dos mais corajosos fotojornalistas da atualidade

Foto do cartaz do filme “War Photographer”.

Em 2001 foi lançado o documentário “War Photographer”, sobre o trabalho do fotógrafo James Nachtwey. O diretor Christian Frei utilizou micro-câmeras especiais acopladas à câmera fotográfica dele, proporcionando ao público a oportunidade de acompanhar o fotojornalista em ação. O documentário foi filmado em 2 anos durante os conflitos de Kosovo, Palestina e Indonésia. Norte-americano nascido em Syracuse e criado em Massachusetts, formou-se na Dartmouth College, onde estudou História da Arte e Ciências Políticas (1966-70). Trabalhou a bordo de navios da Marinha Mercante e enquanto aprendia a fotografar sozinho exerceu as funções de estagiário de edição de filmes documentários e motorista de caminhão. As imagens da Guerra do Vietnã tiveram um forte impacto sobre ele e foram decisivas para a descoberta de sua vocação. Ele recorda como, nos anos 70, foi profundamente afetado pela famosa foto de Nick Ut, da menina vietnamita correndo nua e com a pele queimada após um ataque americano. James Nachtwey começou a trabalhar em 1976 como fotógrafo de jornais no Novo México e em 1980, mudou-se para Nova Iorque para dar início a uma carreira como fotógrafo free-lance para revistas. O seu primeiro trabalho como fotógrafo internacional foi a cobertura do movimento civil na Irlanda do Norte em 1981 durante a greve de fome do IRA (Exército Republicano Irlandês). Desde então, James Nachtwey tem se dedicado a documentar guerras, conflitos e situações sociais precárias. James Nachtwey é considerado por muitos o mais corajoso fotojornalista da atualidade e também o mais ocupado dos fotógrafos profissionais do mundo. Em 2003, atuava como correspondente da revista Time em Bagdá e foi ferido por uma granada quando acompanhava uma patrulha dos Estados Unidos. Ficou internado inconsciente por alguns dias. Além disso, é tido como um homem tímido, empenhado na profissão e que gosta de mergulhar em pensamentos filosóficos, vem usando a fotografia ao longo de sua experiência como uma arma pacífica para documentar desigualdade e conflitos sociais. Fonte: Wikipedia.

Assista ao trailer do filme

As vitimas de catástrofes foram as protagonistas das imagens chocantes do fotógrafo mexicano Enrique Metinides

© Foto de Enrique Metinides. Cadáver de uma famosa escritora imprensada por um automóvel contra o poste de luz na Avenida de Chapultepec, na Cidade do México em 1979.

As vítimas de acidentes de trânsito, os eletrocutados, afogados e suicidas são os protagonistas das imagens chocantes do fotógrafo mexicano Enrique Metinides, de 72 anos, agora reformado. As imagens coloridas e preto e branco representam cinqüenta anos de carreira Metinides, que entre 1940 e 1993, trabalhou para o diário mexicano La Prensa. Desde 2002 tem exibido em grandes museus na Europa, incluindo na Casa de América, em Madri, por ocasião da mostra Foto Espanha. Metinides perdeu o medo da tragédia no início dos 11 anos de idade quando viu um cadáver decapitado em uma delegacia policial no México. Desde então, ele desenvolveu a fotografia estômago, com uma estética semelhante ao do detetive de filmes policiais, a mais grotesca catástrofe, a partir de suicídios e homicídios de roubos armados, incêndios devastadores, enforcamento e afogamento. Para fotografar as catástrofes logo após que elas ocorrem, Metinides foi treinado em primeiros socorros onde se infiltrava em ambulâncias e patrulhas policiais. Algumas de suas mais famosas imagens é a do cadáver de uma famosa escritora mexicana imprensada por um automóvel contra o poste de luz na Avenida de Chapultepec, na Cidade do México em 1979.

Filho de Vinícius de Moraes expõe fotografias em homenagem ao pai

© Foto de Pedro de Moraes.

O fotógrafo Pedro de Moraes, filho de Vinícius de Moraes, abriu em São Paulo uma exposição de fotos em homenagem ao pai, inspirado no poema “Pátria Minha”. A idéia da mostra foi resgatada do livro “O Mergulhador”, que Vinícius lançou em 1968 com poesias ilustradas por fotos de Pedro. Um desses poemas é o que dá título à exposição, que tem curadoria de Érica Rocha. São 32 fotografias da produção de 50 anos de trabalho do fotógrafo (de 1958 a 2007), em locais como Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Maranhão, Fortaleza, Rondônia e Mato Grosso do Sul. "Pedro de Moraes, com essa exposição, faz uma homenagem a todos os trabalhadores brasileiros. E é também uma exposição voltada aos jovens, pois mostra neste mundo digital a importância da preservação da fotografia analógica", diz a curadora. São imagens que representam a nossa terra em aspectos como a fome e a morte, o misticismo e a espiritualidade, a festa e a alegria, tudo estampado nos rostos de anônimos. A exposição fica em cartaz de até dia 10 de agosto, de terça a domingo, das 9h às 21h, com entrada franca, na Caixa Cultural - Praça da Sé, 111, no centro de SP.

segunda-feira, 21 de julho de 2008

Julius Shulman é o autor da foto que em 1960 levou milhões de pessoas a sonhar com uma vida perfeita

© Foto de Julius Shulman. Los Angeles. 1960.

Julius Shulman fez uma foto em 1960 que levou milhões de pessoas a sonhar com uma vida perfeita: duas mulheres sentadas numa casa de vidro aparentemente suspensa no ar, iluminada por baixo pelo sol de Los Angeles. Quase 50 anos após a famosa foto, o homem visto por muitos como o melhor fotógrafo arquitetônico da história virou figura cult para uma nova geração que cobiça a arquitetura moderna minimalista da metade do século 20 que ele difundiu pelo mundo. "As pessoas estão descobrindo a arquitetura e o poder da fotografia", disse Shulman em entrevista em sua casa, em Laurel Canyon, cercado por fotos e livros de arte de editoras como a Taschen. Revistas de estilo moderno, como "Wallpaper" e "Dwell", também publicaram artigos recentes sobre Shulman e sua obra foi levada ao cinema num novo documentário, "Visual Acoustics: The Modernism of Julius Shulman", narrado por Dustin Hoffman. Shulman, que ainda é ativo, atribui seu sucesso ao fato de "estar no lugar certo na hora certa". O lugar em questão foi Los Angeles num momento em que os modernistas estavam construindo o que seria essencial para o sonho californiano. "As fotos são de natureza muito cinematográfica. Eu queria vê-las na tela grande e queria que as pessoas entendessem o espírito por trás da fotografia e arquitetura", disse o diretor do documentário, Eric Bricker. Por MARY MILLIKEN-REUTERS.

Exposição de Pierre Verger sobre o Japão é exibida em Salvador

© Foto de Pierre Verger.

A Exposição "O Japão de Pierre Verger, anos 30", conta com fotos que, em sua maioria, ainda são inéditas do grande público e fazem parte do resultado de uma viagem realizada por Pierre Verger, em 1934, a primeira, como fotógrafo profissional. Verger iniciou-se na fotografia em 1932 e após uma viagem de um ano e meio pela Polinésia, confirmou o seu entusiasmo pela arte de fotografar. A produção fotográfica da viagem a Polinésia foi parar nas mãos do diretor do Jornal "France Soir" que acabou contratando-o para acompanhar o escritor Marc Chadourne e o repórter Jules Sauerwein na cobertura de uma matéria ao redor do mundo. Verger atravessou o Oceano Atlântico, visitou os Estados Unidos, em seguida, atravessando o Pacífico, visitou o Japão, a China, Filipinas e voltou para Europa passando pelos portos da Índia e o Canal de Suez. Nas fotos que estão no Conjunto Cultural da Caixa-Salvador, é possível identificar temáticas que se tornariam clássicas ao longo de seu trabalho como: as cenas de mercado, barcos e marinheiros, cenas de rua, ambulantes, retratos. Mas também outras temáticas raras como as fotos das gueixas que parecem posar para o fotografo. Durante quatro semanas Verger visitou e retratou Tóquio, Kyoto e Nara, além de registrar os passageiros e a tripulação do navio Tatsuta Maru durante a sua travessia pelo Pacífico. Caixa Cultural Salvador - Carlos Gomes, 57 – Centro. Período: Até 24/08.Visitação: de terça-feira a domingo, das 9:00 às 18:00. Informações: (71) 3322-0228. Entrada Franca.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

Fotojornalismo na Internet é tema da série "Encontros", em São Paulo

© Foto de Reinaldo Silva.

A ARFOC-SP volta a apresentar a série "Encontros", na próxima segunda-feira, dia 21.07, com o tema "Fotojornalismo na Internet". Foram convidados para o debate o editor de fotografia do UOL Flavio Florido, a professora e pesquisadora Simonetta Persichetti, os repórteres fotográficos Reinaldo Silva do portal Terra e Marcos Ríboli do G1. O encontro será realizado na sede da Ação Educativa localizada na rua General Jardim, 660, Vl Buarque às 19h00. Iniciativa da Associação de Repórteres Fotográficos e Cinematográficos de São Paulo, a Série Encontros tem como objetivo levantar o debate e estimular o intercâmbio entre profissionais nos assuntos relacionados ao fotojornalismo. Local: Ação Educativa. Endereço: Rua General Jardim, 660, Vl Buarque. Horário: às 19h00. Fonte: ARFOC-SP

Prêmio Porto Seguro de fotografia 2008 está com inscrições abertas até 24 de agosto

© Foto de Cláudio Edinger, premiada no Prêmio Porto Seguro de Fotografia 2007.

A disputa é aberta a qualquer fotógrafo que esteja residindo no País; Retrato em questão – A imagem brasileira é o tema desse ano. O anúncio da abertura das inscrições foi feito pelo curador do prêmio, o artista plástico Cildo Oliveira, na inauguração do Espaço Prêmio Porto Seguro Fotografia – Galeria Guaianazes, em São Paulo. O evento contou também com um painel de debates a respeito de fotografia e do Prêmio Porto Seguro de Fotografia com a presença de curadores e de fotógrafos premiados ou não nas edições anteriores. A edição de 2008 tem curadoria da professora e historiadora de Arte Annateresa Fabris. "Quero incentivar o olhar do fotógrafo para pessoas, cenários ou situações que formam painel ou individualize representações da imagem do Brasil e ao mesmo tempo discuta o que entendemos como retrato”, explica Cildo Oliveira. O regulamento e outras informações para inscrições estão disponíveis no site da Porto Seguro Seguros www.portoseguro.com.br/fotografia

premioportoseguro@cildooliveira.com.br.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

São Paulo abriga exposição com imagens realizadas por fotógrafos espanhóis e brasileiros

© Foto de Guy Veloso. Caminho de Santiago.

O Brasil é o país da América Latina que mais visita o Caminho de Santiago de Compostela, na província de Castilla e León da Espanha - região que abriga a maior parte do percurso religioso. Dessa maneira, foi inaugurada, no Museu Afro Brasil, em São Paulo, a "Mostra Itinerarium", que traz 60 fotografias e instalações que retratam ou remetem ao caminho de Santiago. São imagens realizadas por fotógrafos espanhóis e brasileiros. "O caminho é o da experiência humana", diz o curador espanhol Amador Griñó, que convidou o brasileiro Wilson Lázaro (do Museu Bispo do Rosário) para ser o co-curador da exposição. A mostra reúne obras de dois espanhóis - Ángel Marco e Eduardo Margareto - e de três brasileiros - Guy Veloso, Rodrigo Petrella e Vik Muniz (presente com duas imagens das catedrais de Burgos e León de sua série de chocolate). "Queríamos promover uma troca de olhares, de duas margens diferentes, dois limites", afirma Griñó. Museu Afro Brasil. Av. Pedro Álvares Cabral, s/n.º, portão 10, Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Tel. (011) 5579-0593. 3.ª a dom., 10 h às 17 h. Grátis

quarta-feira, 16 de julho de 2008

Documentário revela a busca de fotógrafo uruguaio por seus negativos escondidos na época da ditadura militar

© Foto de Daniel Sosa. O fotógrafo Aurelio González analisa os negativos encontrados.

O documentário “Al pie del árbol blanco” sobre a busca feita pelo fotógrafo uruguaio Aurélio González por seus negativos da época da ditadura militar. o trailer está no Youtube. Os negativos tinham sido escondidos há mais 30 anos atrás. Aurélio trabalhava no jornal El Popular que foi fechado pelo golpe em 1973 e pra preservar o acervo, escondeu as latas (em torno de 60.000 negativos). Em 2006, as latas foram encontradas. Esta é a história do documentário.

Fonte: Blog Olha, vê, de Alexandre Belém

Mario Testino publica ensaio com fotos sensuais de Gisele Bündchen

© Foto de Mario Testino. Gisele Bündchen na Califórnia.

O ensaio feito pela modelo Gisele Bündchen, em Malibu, na Califórnia, para o fotógrafo Mario Testino, agora está na capa da edição 54 da V Magazine. As fotos foram feitas no início de abril deste ano e uma delas, exibe a top com um shorts rasgado e bumbum à mostra. O mesmo fotógrafo também já fez um ensaio com Isabeli Fontana para a grife Versace.

terça-feira, 15 de julho de 2008

Fotógrafos apresentam a exposição "Momento do Movimento", em Porto Alegre

© Foto de Gutemberg Ostemberg.

Os fotógrafos Cristiano W. Soares, Eledir Martins, Gutemberg Ostemberg, Germano Preichardt, Hilton Lebarbenchon, Isaura Saraiva, Luciana Lee, Neusa de Ávila Telles e Miriam Marroni apresentam a exposição Momento do Movimento até o dia 1º de agosto no T Cultural Tereza Franco da Câmara Municipal de Porto Alegre. O grupo, intitulado Movimento, exibe 27 fotos que registram ações de máquinas, brinquedos, animais e pessoas, além de deslocamentos observados na natureza. As situações reunidas na mostra foram captadas com a utilização de ajustes manuais dos equipamentos fotográficos. Quando o intuito era não congelar as cenas - para mostrar as linhas de movimento de objetos e seres -, os fotógrafos utilizaram baixas velocidades do obturador. Quando, ao contrário, pretendiam paralisar as ações em seu clímax, optaram pelas altas velocidades. O resultado são imagens surpreendentes e de grande beleza. “Muitas vezes, nossos olhos compreendem a cena de uma determinada maneira, diversa das possibilidades de registro por intermédio de uma câmera”, lembram os autores. Exposição “Momento do Movimento”. T Cultural Tereza Franco. Avenida Loureiro da Silva – 255. Centro. Porto Alegre. Fone: 3220-4179 / 3220-4183. Até dia 01/08

segunda-feira, 14 de julho de 2008

Mostra no CCBB do Rio exibe trabalho de três fotógrafos sobre o sutil encontro entre água e terra

© Foto de Carol Armstrong. Corpos de água (NJ, EUA) 2005.

Retratar o sutil encontro entre água e terra, focalizando a atração entre os dois opostos - líquido e sólido. Essa é a idéia que mobilizou três fotógrafos, os brasileiros Fernando Azevedo, Leonardo Kossoy e a norte-americana Carol Armstrong, que apresentam o resultado de seus estudos em exposição no Centro Cultural Banco do Brasil do Rio de Janeiro, entre os dias 22 de julho e 14 de setembro, com entrada gratuita. A curadoria da mostra ficou por conta de Paulo Herkenhoff e produção de Ruy Souza e Silva. São 53 fotografias tiradas em diversas localizações. Leonardo Kossoy escolheu como cenário os rochedos à beira-mar de Mikonos, na Grécia, além de Paris (França), Verona (Itália) e a paulistana Araraquara. Fernando Azevedo retratou o encontro entre a água e a terra na cidade de Nova York, enquanto Carol Armstrong focalizou Londres (Inglaterra), São Petersburgo (Rússia) e outras localizações nos Estados Unidos.

Fotógrafo e documentarista brasileiro morre no Havaí durante um mergulho

© Advertiser library photo. O fotógrafo e documentarista brasileiro Sergio Góes em foto recente.

O fotógrafo e documentarista brasileiro Sergio Goes morreu durante um mergulho livre próximo à praia de Waikiki, no Havaí, onde morava havia mais de 15 anos. O corpo dele, que estava desaparecido desde sexta-feira, foi encontrado no sábado após intensas buscas da Guarda Costeira norte-americana, a cerca de dez quilômetros da costa. Ainda não há confirmação oficial sobre a causa da morte. Sérgio Goes, que mergulhava para tirar fotos subaquáticas, é autor de fotografias e documentários premiados nos Estados Unidos. Segundo reportagens da imprensa havaiana, Sergio estava mergulhando para tirar fotos subaquáticas. Na mesma semana de sua morte, ele havia vencido o prêmio máximo da Sociedade Profissional dos Jornalistas locais por uma foto publicada no ano passado na revista "Honolulu". Sergio também era autor do documentário "Black Picket Fence", de 2002, sobre dois amigos que tentam deixar uma área empobrecida do Brooklyn. O trabalho foi premiado no Urban World Film Festival, em Nova York.

sábado, 12 de julho de 2008

O brasileiro Christian Cravo está entre os 18 finalistas do Prêmio Pictet de fotografia

© Foto de Christian Cravo. Salvador, 2003.


O fotógrafo brasileiro Christian Cravo está entre os 18 finalistas ao Prêmio Pictet de fotografia sobre sustentabilidade, que será entregue pela primeira vez neste ano, afirmou neste sábado (12/07) a organização em comunicado. O prêmio, promovido pelo banco suíço Pictet, presidido pelo ex-secretário-geral da ONU Kofi Annan e que foi apresentado em abril, em Londres, nasce com a vontade de transferir aos públicos globais, através da fotografia, os desafios mundiais quanto aos recursos naturais. As fotos finalistas, nas quais o público pode votar pela internet, incluem rios tingidos de vermelho, inundações, tempestades de poeira em desertos causados pelo homem ou os efeitos de alguns destes fenômenos na população, entre outros. A série de Christian Cravo, intitulada "Águas de esperança", explora o aspecto sagrado de água, a principal fonte de vida e não só uma infra-estrutura, afirma o comunicado. A água é o tema central desta primeira edição do Prêmio Pictet, cujos finalistas foram escolhidos entre 200 fotógrafos de 43 países. O Prêmio Pictet oferece 50.000 libras (US$ 99.460) e será entregue em 30 de outubro, em cerimônia em Paris. Fonte: G1

http://www.prixpictet.com/

O fotógrafo Ivan Correia lança livro com imagens que expressam a religião e a fé do povo nordestino

© Foto de Ivan Correia. Imagem do livro "Romeiros de Corpo e Alma".

O fotógrafo Ivan Correia acaba de publicar o livro "Romeiros de Corpo e Alma", obra que tem a apresentação do arcebispo da Paraíba, dom Aldo Pagotto. O álbum, segundo o autor, reúne fotografias tiradas na cidade de Juazeiro do Norte, no Ceará e que revelam a exata expressão da religião e da fé do povo nordestino. Ivan Correia nasceu em João Pessoa (PB), no ano de 1982. Seu primeiro contato com a câmera fotográfica aconteceu em 1995, ocasião em que editava um jornal no colégio onde estudava. A partir de 1999, adquiriu um equipamento mais sofisticado e foi a luta. Em 2000, ingressou como operador de minilab fotográfico em uma empresa do ramo e até 2003 ocupava aquela função e também fazia cobertura de eventos sociais na capital paraibana. Em 2004, trabalhou em um jornal de grande circulação do estado e sempre sentia uma vibração e um entusiasmo muito forte toda vez que um repórter-fotográfico entrava na redação. "Esse movimento fez despertar em mim, definitivamente, o interesse em registrar com arte, através da fotografia, o máximo de expressão de um momento. Registrar minhas idéias e ideais de cultura, para que eu possa entender melhor a dinâmica criativa das sociedades. Em 2006, realizei minha primeira exposição e minha perspectiva é de construir a cada ano novas realizações", comentou o fotógrafo. Fonte: O Norte Online.

http://ivancorreia.blogspot.com

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Vanessa da Mata faz fotos sensuais para a revista "RG Vogue"

© Foto de Henrique Gendre/Divulgação.

A cantora Vanessa da Mata, 32 anos, um dos principais destaques da MPB, é capa da edição de julho da revista RG Vogue, na qual aparece em um ensaio luxuoso, de cartola, vestidos e até lingerie. As fotos são de autoria de Henrique Gendre. Recentemente ela venceu o prêmio Multishow na categoria Melhor Música com Good Luck (Boa Sorte).

quinta-feira, 10 de julho de 2008

São Paulo inaugura exposição com obras de grandes nomes da história da fotografia

© Foto de Aleksandr Rodtchenko.

Man Ray, Cartier-Bresson, Leni Riefenstahl, Robert Doisneau, Eadweard Muybridge, Aleksandr Rodtchenko, Jacques-Henri Lartigue e Brassaï são alguns dos grandes nomes da história da fotografia, quase ausentes de coleções de instituições públicas brasileiras, cujas imagens poderão ser vistas a partir de hoje no MAC (Museu de Arte Contemporânea) do parque Ibirapuera, na exposição "Fotógrafos da Vida Moderna".A mostra, com curadoria de Helouise Costa, pesquisadora e vice-diretora do museu, reúne 154 fotografias. Desse total, 124 pertenciam à coleção do ex-banqueiro Edemar Cid Ferreira, do Banco Santos e foram destinadas ao MAC, sob guarda provisória por decisão judicial. Complementam a mostra trabalhos já pertencentes ao acervo do museu e ao acervo do IEB (Instituto de Estudos Brasileiros). "Achei importante que as fotografias dialogassem com imagens que já estivessem em outros acervos", diz a curadora. Ela lembra que a coleção de Cid Ferreira tinha cerca de 1.500 fotografias, das quais aproximadamente mil ficaram com o MAC. Outras instituições públicas, como o Museu do Ipiranga, ficaram com o restante, também sob guarda provisória. Exposição “Fotógrafos da Vida Moderna”.Abertura hoje (10/07), às 19h (convidados); de ter. a dom., das 10h às 18h; até 28/9MAC-USP Ibirapuera - Pavilhão da Bienal, 3º andar (parque Ibirapuera, portão 3, tel. 0/xx/11/ 5573-5255). Entrada franca

Parceria do Flickr com agência Getty Images permitirá venda fotografias na Internet

© Fotos do Flickr.

Um acordo entre o site de compartilhamento de fotos Flickr e a agência Getty Images vai permitir que usuários transformem o hobby de fotografar em uma fonte de lucros. De acordo com a parceria, os editores da Getty vão ter à disposição as fotos cadastradas no Flickr e poderão selecionar as que acharem interessantes para livros, editoras, jornais e agências de publicidade. A Getty entrará em contato com os usuários que tenham fotos com "potencial" e negociará os direitos com eles, sem participação do Flickr. O Flickr foi fundado em 2004 e no ano seguinte foi comprado pelo Yahoo por US$ 35 milhões. O site tem 27 milhões de usuários registrados e um acervo de mais de 2 bilhões de imagens. Fonte: G1.

quarta-feira, 9 de julho de 2008

Antonio Guerreiro faz palestra na Universidade Candido Mendes, hoje às 19 horas, no Rio

© Foto de Antonio Guerreiro. Atriz Sonia Braga.

Hoje dia 09/07, às 19:00 horas, o célebre fotógrafo Antonio Guerreiro irá dar uma palestra, no Curso de Pós-graduação em Fotografia da Universidade Candido Mendes, no Rio de Janeiro. Antonio Guerreiro é uma personalidade da fotografia brasileira, trabalhou no Correio da Manhã em 1968 e em seguida no Jornal do Brasil. Viajou para França e trabalhou como fotojornalista da revista Manchete em Paris de 1970 a 1972. De volta ao Brasil, destacou-se como fotógrafo de moda colaborando com as principais revistas e agências de publicidade do país. Consagrou-se também como retratista de personagens do mundo da arte e da alta sociedade. O trabalho de Antonio sempre foi ligado ao universo feminino - só na Playboy foram mais de 10 anos clicando mulheres. Universidade Candido Mendes: Praça PioX (Candelária, esquina com Primeiro de Março, ao lado do CCBB).11o. andar, auditório.

http://antonioguerreiro1.blogspot.com

Mostra no México revela a nova fotografia documental latino-americana

© Foto de Matías Costa.

Esta sendo apresentada no Centro Cultural de Espanha, na Cidade do México, a exposição “Laberinto de Miradas”, uma grande mostra da fotografia documental latino-americana. Oitenta e três fotógrafos participam dessa coletiva, organizada pelo professor e fotógrafo espanhol Claudi Carreras, que viajou por dezoito países íbero-americanos e contatou 260 fotógrafos documentaristas para compor seu projeto. O objetivo do espanhol é promover uma reflexão acerca da fotografia documental contemporânea na América Latina. Em seu levantamento, concluído em 2006, Carreras percebeu um movimento de renovação desse gênero fotográfico, que coincide com um ambiente de efervescência política e social no subcontinente. “A fotografia documental tem servido, na maioria das vezes, como ferramenta de denúncia na luta pela liberdade e defesa dos direitos humanos num continente assolado por diversas pragas”, analisa. Além do México, a mostra será vista no Peru, em setembro e depois no Brasil, em dezembro deste ano. Fonte:Portal Photos.

terça-feira, 8 de julho de 2008

Indiano vence o "Prêmio Festimage"

© Foto de Abhijit Nandi. Foto vencedora do prêmio internacional “Festimage”.


Pelo segundo ano consecutivo, o prêmio do Festimage vai para a Índia. O vencedor deste ano foi o fotógrafo Abhijit Nandi, compatriota de Arup Ghosh, vencedor no ano passado. Esse importante prêmio é concedido pela cidade de Chaves, em Portugal. O segundo prêmio foi ganho pelo francês Bernard Muller e o terceiro por Daniel Benito Machado Hernández, criador de arte digital uruguaio radicado no Japão. Em 4º lugar ficou Oleksandr Hnatenko, austríaco de origem ucraniana, e em 5º ficou o espanhol Andrés García Mellado. O Prêmio do Público foi ganho por Sergey Kozoderov, do Cazaquistão. O valor do 1º prêmio é de 5.000 euros. Os restantes premiados recebem 2.500, 1.000, 750 e 500 euros. O prêmio do vencedor da votação do público é de 1.000 euros. A edição deste ano do Festimage, que foi a terceira, teve a participação de 2001 concorrentes de 63 países, tendo sido admitidos ao concurso 1499.

Fonte:Espacophoto.blog.terra.com.br

Exposição de fotos a bordo de navio percorre o mundo mostrando a construção de Brasília

© Foto de Ake Borglund. Fachada do Expresso Brasília na Cidade Livre, primeira empresa de ônibus para o Rio de Janeiro e São Paulo.

Uma exposição a bordo do Navio-Escola Brasil, da Marinha brasileira, divulgará a saga da construção de Brasília em quatro continentes durante seis meses. A mostra "A Epopéia de Brasília" documenta o passado e o presente da capital brasileira com fotos da construção da cidade, em 1957, tiradas pelo fotógrafo sueco Ake Borglund e fotos contemporâneas, tiradas pelo fotógrafo goiano Rui Faquini. A primeira parada do barco será na sexta-feira em Lisboa. A exposição visitará também Londres, Valência, Marselha, Roma, Tunis, Pireu, Alexandria, Mumbai, Cingapura, Xangai, Ichon, Tóquio, Honolulu, Long Beach, Acapulco e Cartagena. A volta ao Brasil está prevista para 15 de dezembro. Fonte:UOL

Novos Talentos da Fotografia: Gugah Mariano

© Foto de Gugah Mariano.

O fotógrafo carioca Gugah Mariano, 36 anos, solteiro, pai de 2 filhas, formado em administração de empresas, retrata surf desde 2003 quando descobriu a fotografia e uniu estas duas paixões: O surf e a fotografia. O mar sempre fez parte, mesmo que indiretamente de sua vida. Ele costuma dizer que seu pai, soldado da marinha, trazia a maresia de suas viagens ao redor do mundo, quando combateu na segunda guerra. Faleceu, quando Gugah tinha 10 anos de idade, era um cara culto que ocupava um alto posto na marinha mercante Brasileira. Isso para um homem negro, pobre dentro da sociedade da época era para poucos. Ele partiu, mas não sem antes plantar a semente da fotografia dentro do coração de Gugah. Ele ainda se lembra das exibições de slides que seu pai exibia das viagens ao Havaí, Taiti e principalmente o Japão, onde ele gostava mais de ir e sempre admirou a cultura daquele povo. Reuniam os vizinhos no quintal e o pai caprichosamente projetava as imagens na parede lateral de um apartamento. Além dessa semente, seu José Mariano, guardou um tesouro dentro do guarda-roupa. Gugah demorou quase 20 anos para descobrir uma câmera fotográfica CANON e suas objetivas, quando ele abriu aquela bolsa olhou pro Céu e agradeceu e disse, “Sou Fotógrafo graças a deus”. Assim começou a bela carreira de Gugah. www.flickr.com/photos/gugahmariano

segunda-feira, 7 de julho de 2008

Mostra com imagens da Bossa Nova será aberta hoje em São Paulo

Foto de divulgação.

A Oca, no Parque do Ibirapuera, abrirá suas portas hoje dia 07/07, para o que está sendo chamado de “mega exposição tecnológica”. Com direção de Marcello Dantas, artista responsável pelo Museu da Língua Portuguesa e do premiado videomaker Carlos Nader, a exposição – que ficará em cartaz por dois meses - vai contar a história da bossa nova e apresentar ao visitante o contexto em que o gênero musical foi criado. O público poderá interagir com muitos dos recursos tecnológicos de última geração, como jukeboxes com canções da época movidas a sensores e até uma câmara anecóica (sem eco), construída no centro do museu, em que se ouve o próprio coração. “É uma experiência muito interessante sobre o silêncio, tão importante na obra de João Gilberto”, diz Zuza Homem de Mello, um dos curadores do projeto. A praia de Copacabana, onde tudo começou, será reproduzida no subsolo da Oca, e vai se modificar ao longo do dia com efeitos de iluminação. Ao final do percurso, artistas fundamentais do movimento, como Tom Jobim, Vinicius de Moraes, Nara Leão, entre outros, serão vistos em uma apresentação virtual feita com ajuda de uma tecnologia conhecida como Eyeliner, semelhante à utilizada pela banda Gorillaz. Fonte: G1.

domingo, 6 de julho de 2008

Foto de Domingo: David Hamilton

© Foto de David Hamilton. 1984


A incrível imagem que levou o fotógrafo Kevin Carter ao suicídio

© Foto de Kevin Carter. Abutre aguarda morte de criança no Sudão.

Em 1994, o fotógrafo Sudanês Kevin Carter ganhou o prêmio Pulitzer de fotojornalismo com uma fotografia tomada na região de Ayod (uma pequena aldeia em Suam), que percorreu o mundo inteiro. A figura esquelética de uma pequena menina, totalmente desnutrida, recostando-se sobre a terra, esgotada pela fome e a ponto de morrer, enquanto num segundo plano, a figura negra de um abutre se encontra espreitando e esperando o momento preciso da morte da garota. Quatro meses depois, tomado pela culpa e conduzido por uma forte dependência às drogas, Kevin Carter suicidou-se. Fonte: Picasa Web/ Franxfran.

sábado, 5 de julho de 2008

Vanor Correia projeta fotografias no "Santa Teresa de Portas Abertas", no Rio

© Foto de Vanor Correia. Ensaio foi produzido em 2008, na festa em homenagem a São Jorge na igreja no Campo de Santana, RJ.

Convidado pelo fotógrafo e artista plástico Valter de Gaudio, o fotógrafo carioca Vanor Correia projeta fotos de dois ensaios com o tema “Fé em São Jorge”.Sábado, dia 05, ás 20H30. (a projeção só acontecerá no sábado). Rua Joaquim Murtinho, 616 / sub201 - Atelier.

Prêmio Esso de Jornalismo abre inscrições para edição de 2008

© Foto de Evandro Monteiro. Imagem vencedora do Prêmio Esso de Fotografia de 2005. Garoto desafia integrantes da Guarda Civil Metropolitana, durante confronto com camelôs, na Praça da Bandeira, em São Paulo.

Jornalistas de todo o Brasil que tiverem trabalhos publicados na Imprensa ou veiculados nas emissoras de televisão brasileiras no período entre 1º de setembro de 2007 e 31 de agosto deste ano poderão se inscrever no Prêmio Esso de Jornalismo 2008, que completa o 53º ano de existência ininterrupta. Ao todo, estarão em disputa 11 categorias de mídia impressa, além do Prêmio Esso de Telejornalismo e do Prêmio Principal, que recebe o nome do programa. Um total de R$ 109 mil, já descontado o imposto de renda, está destinado à premiação dos vencedores. O Prêmio Esso de Jornalismo será distinguido com R$ 30 mil e o Prêmio Esso de Telejornalismo, em sua oitava edição, destinará R$ 20 mil à equipe vencedora. São as seguintes as categorias da mídia impressa com seus respectivos valores de premiação: Reportagem (R$ 10 mil), Fotografia (R$ 10 mil), Informação Econômica (R$ 5 mil), Informação Científica-Tecnológica-Ecológica (R$ 5 mil), Primeira Página (R$ 5 mil), Criação Gráfica/Jornal (R$ 5 mil), Criação Gráfica/Revista (R$ 5 mil), Interior (R$ 5 mil), além de três Prêmios Regionais, no valor de R$ 3 mil cada. O endereço para as inscrições é A/C RP Consultoria. (Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 928 - Cj. 1001 - Copacabana, Rio de Janeiro - RJ - CEP 22060-002). Um modelo de ficha de inscrição será disponibilizado no site www.premioesso.com.br.